Subluxação Vertebral

Quais são os efeitos da subluxação no meu corpo e na minha saúde?

Subluxação é um termo que se aplica a uma vértebra que perdeu a posição e/ou função normal em relação às outras vértebras, gerando uma disfunção mecânica. Isso interfere no funcionamento normal do sistema nervoso, acelerando também a deterioração dos músculos ao redor, assim como dos ligamentos, discos e articulação.

  • Efeitos da subluxação no corpo e na saúde

    Redução dos movimentos, espasmo muscular, inflamação e dor. Além disso, devido à relação fisiológica e mecânica direta existente entre as raízes dos nervos espinhais e a coluna, as subluxações, bem como outras anomalias da coluna, têm o potencial de impedir o funcionamento adequado do nervo (Sistema Nervoso). Uma vez que a função do nervo é comprometida, a comunicação dentro do corpo se torna menos efetiva, deixando em alerta toda a saúde e o bem-estar do indivíduo.

    O Complexo de Subluxação Vertebral

    Através de extensas pesquisas e estudos, os quiropraxistas identificaram cinco componentes da subluxação vertebral. Esse conjunto é chamado de “Complexo de Subluxação Vertebral”.

    Cinesiopatologia Perda da posição e do movimento normal das vértebras em relação às suas adjacentes, causando um mau funcionamento da articulação e degeneração. Isso também provoca a diminuição dos espaços pelos quais passam os nervos, causando a irritação do próprio nervo.

    Miopatologia Alterações patológicas que ocorrem na musculatura esquelética, como hipertonia, espasmo, fibrose, fraqueza e função incorreta ou inadequada. Quando um nervo está irritado, pode causar um espasmo muscular. O músculo com espasmo repuxa as vértebras para além de sua posição normal, e quanto mais mau posicionado estiver , mais irritação produzirá, criando um ciclo vicioso. Por esta razão, quando uma pessoa apresenta dor, muitos médicos dão o diagnóstico de “alteração muscular”. Contudo, agora sabemos que a alteração muscular é apenas uma parte do problema.

    Neuropatologia Irritação ou lesão da raiz do nervo por meio de compressão, alongamento, ou, mais comumente, irritação química a partir das estruturas adjacentes às vértebras. Há interrupção do fluxo normal de energia para as fibras do nervo, afetando as mensagens que vão do cérebro para o corpo e vice-versa. O resultado é que todos os tecidos alimentados por estes nervos recebem sinais alterados do cérebro e, como resultado, não são capazes de funcionar normalmente. Com o tempo isso pode levar a uma multiplicidade de condições, tais como prisão de ventre e outras disfunções orgânicas.

    Histopatologia Relaciona-se com a inflamação, inclusive dor, calor e edema, e pode ser resultado de um trauma, irritação, hipermobilidade, ou ocorrências de processos reparatórios. Esse componente inclui mudanças no tecido ósseo na articulação.

    Fisiopatologia Alterações bioquímicas que ocorrem na região da coluna vertebral, incluindo substâncias inflamatórias dos tecidos danificados e produtos tóxicos.

    Dor na Coluna?

    Como surgem as subluxações?

    As subluxações vertebrais têm muitas causas diferentes às quais o indivíduo está exposto diariamente:

    Causas Físicas: Traumatismos agudos no corpo (quedas, acidentes, contusões), movimentos repetitivos que afetam a coluna, maus hábitos de postura em casa e no trabalho, além de desvios congênitos (escoliose) ou, por exemplo, devido à diferença nas pernas.

    Causas químicas: Má nutrição, uso e abuso de drogas e álcool, toxinas nos alimentos, água ou ar contaminados. As substâncias químicas nocivas reduzem a capacidade do corpo de funcionar de forma ideal e sua habilidade de adaptar-se adequadamente ao estresse diário, tornando-nos mais suscetíveis a subluxações e suas consequências.

    Causas emocionais: O estresse excessivo ou a forma inadequada de lidar com ele irão prejudicar as habilidades do corpo para sustentar suas funções normais. O impacto do estresse emocional sobre a saúde física é bem documentado pelos estudos médicos e pode ter efeitos devastadores sobre o sistema imunológico, tornando o corpo mais propício a lesões ou doenças.

    Como são corrigidas as subluxações?

    Os quiropraxistas são os únicos profissionais que visam corrigir as subluxações. O ajuste quiroprático é o principal procedimento e pode ser combinado com outras técnicas, como exercícios e recomendações posturais, tanto para casa como para o trabalho.

    Marque uma consulta