Vice-campeã de reclamações no ambiente de trabalho, as dores no pescoço são muito comuns entre os brasileiros e comprometem bastante a qualidade de vida de quem sofre com esse incômodo constantemente.

Causados principalmente por lesões e torções nos músculos, tendões e ligamentos que envolvem a coluna cervical (parte superior da coluna), a dor no pescoço e o torcicolo também podem ser sintomas de hérnia no disco cervical ou de estenose cervical. Além de, muitas vezes, terem motivação emocional, resultado de uma rotina estressante.

Se você está entre os milhões de pessoas que sofrem com essas incômodas dores, nós selecionamos algumas dicas que podem ajudar você a se livrar desse sofrimento. Continue a leitura deste artigo e descubra como melhorar a sua qualidade de vida!

1. Cuidado com a má postura

má postura é responsável por muitos dos problemas de coluna que fazem tanta gente ter uma rotina cheia de dor e incômodo. Caminhar, sentar, trabalhar, dirigir, deitar e dormir sem dar a devida atenção à posição do nosso corpo é um erro muito prejudicial à saúde.

Para evitar as dores no pescoço, observe sua postura ao fazer todas as atividades do dia a dia. Atitudes que ajudam a melhorar a má postura incluem:

2. Atenção ao modo como você dorme

É bem possível que você, assim como a maioria das pessoas, já tenha ido dormir sem dores e acordado com um torcicolo horrível. E é por isso que o cuidado com a postura deve ser mantido mesmo na hora do sono.

Para poupar seu pescoço, evite dormir de bruços — essa posição prejudica a coluna cervical. E prefira usar travesseiros ortopédicos ou cervicais, que são desenhados para dar suporte aos espaços embaixo da cabeça e do pescoço, e ajudam a manter a coluna alinhada.

3. Adote um estilo de vida menos estressante

Como dissemos no início do texto, questões emocionais estão entre as principais causas de dores no pescoço. Por isso, para evitá-las, é importante também adotar uma rotina mais saudável e tranquila, buscando diminuir a correria e o stress, tão comuns atualmente.

Meditar, ter um hobby, passar um tempo junto à natureza e respeitar os momentos de descanso são ações essenciais para manter a saúde de todo o corpo e evitar incômodos como o das dores no pescoço.

4. Pratique exercícios físicos

A prática de exercícios físicos é um santo remédios para muitos dos nossos problemas de saúde. E no caso das dores no pescoço, não é diferente.

Atividades físicas fortalecem os músculos, contribuem para o alongamento corporal, reduzem a tensão muscular e protegem a musculatura corporal, ajudando a evitar dores cervicais.

5. Submeta-se à quiropraxia

As terapias holísticas, incluindo a quiropraxia, consideram o fluxo energético do corpo para curar desconfortos como a dor no pescoço e o torcicolo. E seus profissionais estão preparados para desobstruir a passagem dos pulsos elétricos nos nervos, o que trata o indivíduo plenamente, para além dos incômodos físicos.

Segundo estudo publicado pela revista acadêmica de medicina Annals of Internal Medicine, a quiropraxia é mais eficaz no tratamento de dores no pescoço do que o uso de relaxantes, analgésicos e anti-inflamatórios.

Ter uma rotina de incômodos e dores diminui muito nossa qualidade de vida. Por isso, é tão importante que você adote ações que ajudam a evitar os problemas de coluna.

Gostou deste artigo? Então, curta a página da QuiroVida no Facebook e acompanhe nossas postagens com muitas outras dicas de como se livrar de dores no pescoço, na cabeça e nas costas e, assim, conquistar seu bem-estar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.